CULTURA

ILUMINAÇÃO PÚBLICA TERÁ PLANTÃO PERMANENTE

Prefeito Vilmar Mariano (Patriotas) coordena junto ao secretário Davi Mendanha plantão de iluminação aos fins de semana – o trabalho será dioturno

Em mais uma ação de atendimento, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) passa a partir desse fim de semana 15/07 a fornecer para a população de Aparecida mais um serviço diferenciado na iluminação pública: trata-se de plantões dioturnos nos fins de semana e feriados.

Segundo o secretário Davi, o serviço dará atendimento constante à população para resolver as demandas que estavam acumuladas. Para isso o novo serviço atenderá em média 200 chamadas por demanda de 24 horas na troca de lâmpadas e na correção de avarias nos braços fixados nos postes por toda a cidade.

Problemas e soluções

O excesso de fios de empresas privadas que usam a estrutura pública, danifica os postes em razão de seu peso e atrapalha a prestação de serviço de iluminação.

Segundo o coordenador de iluminação da SDU, Wilson de Paula, as redes de fibra ótica, telefonia e internet bem como demais serviços que utilizam os postes públicos da empresa concessionária de energia em Aparecida, têm cometido várias irregularidades na instalação de seus serviços, inclusive cortando os fios que alimentam os braços da iluminação pública para dar passagem à afiação de suas empresas, o que acarreta uma série e danos e transtornos nos componentes tais como reatores, relês e base, gerando com isso prejuízo para os cofres da prefeitura. Os profissionais que atuam na prestação de serviço da SDU têm relatado ao secretário e ao coordenador, um número crescente desse tipo de vandalismo cometido por essas empresas.  

A desorganização é tamanha que há em média cerca de 20 cintas em cada poste para prender a fiação dessas empresas, o que transformam os postes num emaranhado de fios, causando uma poluição visual absurda. É comum ver pela cidade uma enorme quantidade de fios pendentes nas ruas e calçadas da cidade, denuncia Wilson.

Ainda segundo o coordenador, a falta de manutenção dessas empresas tem causado sérios transtornos para a iluminação pública e conseqüentemente para população, inclusive causando sérios acidentes, afirma. Há casos em que os fios abandonados provocaram acidentes com hospitalização de motociclistas como já mostrado até mesmo pela TV, denuncia o atual coordenador.

Waldemar

Waldemar Rego é jornalista formado pela Faculdade Araguaia com diploma reconhecido pela Universidade Federal de Goiás UFG com extensão na área de mídia e política no cinema, fotografia jornalística e publicitária, diversidade cultural da mulher na comunicação, comunicação em tempos de mídias sociais, identidade visual em peças publicitárias e no jornalismo. Waldemar Rego também é artista plástico escritor e poeta.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo