Aparecida de GoiâniaCultura

Recital da Escola de Música de Aparecida encanta espectadores

O recital marca o encerramento das aulas do ano letivo de alunos e professores de música; No evento, foram entregues ainda 60 certificados de conclusão de curso aos bolsistas

Mais de 400 pessoas prestigiaram o Recital de Encerramento de Atividades da Escola de Música de Aparecida de Goiânia, na noite desta quarta-feira, 1º, momento em que os alunos puderam mostrar todo o talento e aprendizado conquistados no ano de 2021. Ao todo 160 músicos se apresentaram no palco do Anfiteatro Municipal da cidade e emocionaram o público.
“Eu fiquei arrepiada com cada apresentação. Foi tudo muito lindo”, disse a servidora pública, Lorrayne Rodrigues. O pai de um dos alunos que apresentaram no recital chegou a se emocionar. “A gente que acompanha de perto o esforço do filho e vê ele se apresentando, não tem como não emocionar, é uma alegria imensa”, comentou o motorista de aplicativo, David Santos.
Para o prefeito Gustavo Mendanha, foi uma satisfação prestigiar os alunos. “Estou feliz com o que vi. Os alunos tocando composições nacionais e internacionais com precisão. Isso significa que a equipe de professores e a direção estão fazendo um excelente trabalho”, destacou.

O evento seguiu as regras de Controle e Enfrentamento a Pandemia da Covid-19. A Escola de Música é gerida pela Prefeitura de Aparecida, por meio da Secretaria de Cultura, que, além do recital, realizou a entrega de 60 certificados de conclusão de curso aos bolsistas.
Segundo o secretário de Cultura, Avelino Marinho, aproximadamente 400 alunos tiveram aulas práticas e teóricas na Escola este ano. “Mesmo com a retomada presencial das aulas depois que o número de casos de Covid reduziu na cidade, este ano ainda foi muito desafiador para nossos professores e alunos. Agora o recital veio coroar todas as atividades, foi uma oportunidade de os alunos mostrarem tudo que aprenderam”, explicou.
Tiago Sabino de Oliveira, 37, aprendeu a tocar saxofone há um pouco mais de um ano, quando se matriculou na Escola de Música. Para ele, o espaço fornece aos alunos muito além do ensino da teoria e da prática da música. “Foi lá que eu entendi o que a música representa. O saxofone é um instrumento muito complexo, um dos mais difíceis de aprender na minha opinião, mas com a ajuda dos professores eu consegui. Eu não tinha nenhuma ideia de como manusear o sax, hoje já consigo tocar algumas melodias”, contou o aluno.

Segundo o professor da unidade, Francinaldo Rodrigues da Silva, os alunos apresentaram músicas que evidenciam as habilidades técnicas desenvolvidas, expressividade e criatividade no recital que é didático. “Os alunos que estão no início do curso fizeram algo mais simples, já outros que estão mais avançados fizeram uma apresentação mais sofisticada”, salientou.
Francinaldo, que também é maestro da Banda Sinfônica de Aparecida, preparou uma apresentação especial para o com o grupo, que também teve um momento de participação na noite. Com o tema “A Bruxa e a Santa”, a peça conta a história da luta de duas irmãs que moravam em um vilarejo da Alemanha em meados do século XV. “Uma foi para o convento e ficou conhecida como santa e a que ficou no vilarejo recebeu o título de bruxa, então elas viviam nesse conflito e uma defendia a outra, cada um com seu instrumento construiu a melodia da peça”, contou o maestro.
Escola
A Escola Municipal de Música oferece formação em diversos instrumentos como bateria, violão, teclado, saxofone e técnica vocal. Os alunos participam de apresentações em eventos realizados pela Prefeitura de Aparecida, instituições religiosas e outras. “A Escola de Música da Secretaria de Cultura é gratuita e é extremamente importante para quem não tem condições de pagar um bom curso de música”, salientou o secretário Avelino Marinho.
O espaço está localizado na Rua Antônio Barbosa Sandoval esquina com a Benedito Batista de Toledo, no antigo prédio da Câmara Municipal, no Centro da cidade. Quem deseja se inscrever em alguma das atividades para o próximo ano letivo deve aguardar a data de abertura de matrículas, que ainda será definida.

Waldemar

Waldemar Rego é jornalista formado pela Faculdade Araguaia com diploma reconhecido pela Universidade Federal de Goiás UFG com extensão na área de mídia e política no cinema, fotografia jornalística e publicitária, diversidade cultural da mulher na comunicação, comunicação em tempos de mídias sociais, identidade visual em peças publicitárias e no jornalismo. Waldemar Rego também é artista plástico escritor poeta com vários livros a serem publicados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo