Notícias

CEU das Artes Cidade Vera Cruz reúne comunidade e comemora 7 anos em atividade

Uma grande festa popular, com música, dança e feira de artesanato, marcou neste sábado (30) a comemoração dos sete anos de funcionamento do CEU das Artes Cidade Vera Cruz. A praça de esportes, lazer e cultura, onde são oferecidas hoje 16 atividades gratuitas, para todos os públicos, fez aniversário num evento com direito até a concerto de música clássica.

Sob aplausos de centenas de espectadores, a Banda Sinfônica de Aparecida, regida pelo maestro Francinaldo Rodrigues, fez uma apresentação que emocionou famílias inteiras. Com repertório eclético, de clássicos sertanejos a música erudita, a banda reviveu também sucessos de grandes intérpretes da MPB, como Gostava tanto de você, de Tim Maia.

A festa do CEU das Artes foi animada ainda pelo DJ Flávio, que comandou o Baile da Saudade com flashback de canções que marcaram época nas décadas de 1970, 1980 e 1990. O grupo Forronejo também subiu ao palco, colocando muitos casais para dançar ao som do piseiro, um dos ritmos mais tocados atualmente nas rádios e nas plataformas de streaming.

Casais se divertiram com danças que animaram a noite no CEU das Artes – Foto: Enio Medeiros

Weyder Moreira, superintendente de Cultura de Aparecida, ressaltou que o CEU das Artes é um equipamento público de Aparecida referência para o Brasil entre praças CEUs. “A cidadania acontece aqui de forma espontânea, com participação da comunidade”, disse ele.

A praça CEU das Artes Cidade Vera Cruz é gerida pela Prefeitura de Aparecida, através das Secretarias de Cultura; de Esportes, Lazer e Juventude; de Assistência Social; e de Articulação Política. O local é administrado desde a sua fundação, há sete anos, pelo diretor Washington Arruda, que comemorou o retorno do público ao CEU das Artes.

“O CEU das Artes é referência não só em Aparecida e no Estado de Goiás, mas no Brasil inteiro. É um espaço da comunidade. Estamos hoje com 840 alunos, mas queremos chegar aos 3 mil alunos que tínhamos antes da pandemia”, acrescentou Washington.

Entre as principais atividades e modalidades oferecidas sem custo no CEU das Artes estão curso de informática, pilates, jump, karatê, futebol, dança de salão, capoeira, zumba e teatro. Mas no espaço do CEU das Artes é realizada também a Feira da Igualdade e do Artesanato Aparecidense, a Fiarte, que estava sendo realizada na noite deste sábado.

Feirantes comemoraram bom público na Fiarte na noite deste sábado – Foto: Enio Medeiros

Moradora do Pontal Sul, a técnica em enfermagem Alessandra Nascimento frequenta as aulas de dança em movimento e forró. “O CEU das Artes representa qualidade de vida. Eu participo, convido as pessoas a participarem também; e me dá energia”, resumiu a aluna.

E Ivana Melo, psicopedagoga aposentada, aluna de pilates, dança e hidroginástica, afirmou que o CEU das Artes é o seu lazer. “Isso aqui é minha vida. Eu estou em casa, venho para cá e fico mais feliz aqui na praça”, comentou Ivana, que mora no Cidade Vera Cruz 2.

A comemoração do aniversário do CEU das Artes teve participação também da miss centenário de Aparecida, Ana Clara Cardoso.

Waldemar

Waldemar Rego é jornalista formado pela Faculdade Araguaia com diploma reconhecido pela Universidade Federal de Goiás UFG com extensão na área de mídia e política no cinema, fotografia jornalística e publicitária, diversidade cultural da mulher na comunicação, comunicação em tempos de mídias sociais, identidade visual em peças publicitárias e no jornalismo. Waldemar Rego também é artista plástico escritor poeta com vários livros a serem publicados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo