Política

O que a justiça americana foi fazer em Curitiba?

Brasil, cada dia pior

Novos chats da série As conversas secretas da Lava Jato mostram como procuradores do Ministério Público Federal em Curitiba ocultaram sua colaboração com o Departamento de Justiça dos EUA (órgão equivalente ao Ministério da Justiça no Brasil).

A nova reportagem é fruto de parceria com a Agência Pública e foi feita com duas jornalistas feras: Natália Viana e Maryam Saleh. Nela, revelamos como a equipe de Deltan Dallagnol fez de tudo para facilitar a investigação dos americanos – a tal ponto que pode ter violado tratados legais internacionais e a lei brasileira. 

Em outubro de 2015, ao menos 17 americanos viajaram à sede do MPF em Curitiba para quatro dias de reuniões com a força-tarefa. Deltan tentou manter sigilo, mas a visita vazou para jornalistas. Pressionado por sua assessoria, o procurador escreveu em um dos chats: os “Americanos não querem que divulguemos as coisas”.

A intenção de Deltan não era esconder suas conversas com os americanos apenas da imprensa e do público, mas principalmente do Ministério da Justiça. José Eduardo Cardozo, ministro à época, só ficou sabendo da vinda dos investigadores estrangeiros pela imprensa – e quando eles já estavam no Brasil. 

“Eu não goste da ideia do executivo olhando nossos pedidos e sabendo o que há”, disse Deltan a um colega. Era uma resposta a dúvidas relacionadas à visita levantadas por um delegado federal que trabalhava no Ministério de Justiça. O procurador, como tantas vezes a Vaza Jato mostrou, parecia não ver limites para seu poder.

Andrew Fishman
Editor Geral

Waldemar

Waldemar Rego é jornalista formado pela Faculdade Araguaia com diploma reconhecido pela Universidade Federal de Goiás UFG com extensão na área de mídia e política no cinema, fotografia jornalística e publicitária, diversidade cultural da mulher na comunicação, comunicação em tempos de mídias sociais, identidade visual em peças publicitárias e no jornalismo. Waldemar Rego também é artista plástico escritor poeta com vários livros a serem publicados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo