Aparecida de Goiânia

Disque Busca: serviço recolhe móveis e eletrodomésticos velhos em Aparecida

Serviço público para coleta de objetos volumosos, estragados e fora das condições de uso pode ser solicitado via telefone

A Prefeitura de Aparecida, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU), disponibiliza um serviço exclusivo que ajuda a manter a limpeza urbana da cidade e ainda contribui com a preservação do meio ambiente.

O Disque Busca realiza o recolhimento de materiais domésticos, isto é, objetos que estão fora das condições de uso, como móveis e eletrodomésticos velhos ou quebrados. Só no ano passado, o Disque Busca atendeu 1,1 mil solicitações e recolheu 873 toneladas de material.

“Esse é um serviço útil, gratuito e disponível para toda população de Aparecida. O objetivo é evitar que materiais domésticos velhos, como sofá, fogão, armários, guarda-roupa, sejam descartados de forma indevida em vias públicas, lotes baldios, praças e áreas verdes, causando transtornos como poluição do meio ambiente e muita sujeira. O descarte irregular prejudica a vida urbana, o embelezamento da cidade, a saúde das pessoas e o meio ambiente. E manter a cidade limpa, bem cuidada é uma ação de cidadania”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Max Menezes.

O sofá velho continua liderando o número de objetos recolhidos em residências. Em seguida, aparece guarda-roupa, tanquinho, fogão e outros itens de uso doméstico – todos danificados ou fora das condições de uso. Itens como geladeiras, impressoras, ventiladores completam a lista.

Equipe do Disque Busca esteve na tarde desta terça-feira (08) no setor Village Garavelo para atender solicitação. O caminhão foi até a casa da dona Mary Lúcia para buscar um móvel velho. “Acionei a equipe e pedi para que viesse buscar. Não estava muito estragado. Como ganhei outro, preferi chamar o Disque Busca. Não se pode jogar na rua, em qualquer lugar, e causar sujeira na cidade”, afirmou.

Jecival Dantas trabalha no Disque Busca e afirma que o serviço atende todos os bairros da cidade. “Geralmente encontramos tábua de guarda-roupa, fogão, geladeira velha, aparelho de som, todo tipo de material que é dispensado pelo morador. É um trabalho realizado todos os dias, conforme solicitação, e que contribui com a limpeza da nossa cidade”.

Cata-treco em Aparecida de Goiânia recolhe móveis e eletrodomésticos velhos com agendamento pelo telefoneO Disque Busca funciona de segunda a sexta, das 8h às 16h, e pode ser solicitado por meio do telefone 3545-6699 (Foto: Claudivino Antunes)

O diretor de Resíduos Sólidos, Sávio Calaça, afirma que a destinação adequada de todo resíduo contribui com o embelezamento da cidade e preservação do meio ambiente. “O Disque Busca é um serviço que ajuda o cidadão a dar a destinação correta de móveis velhos e estragados. Além disso, ajuda com a limpeza urbana, preservação do meio ambiente e melhor visibilidade do nosso município. São vários benefícios atribuídos ao serviço”, destacou.

Depois de recolhidos, por um caminhão da coleta seletiva, os materiais em condições de reaproveitamento são levados para as cooperativas de reciclagem do município, que empregam centenas de trabalhadores. Já aqueles objetos que são inutilizáveis são encaminhados para o Aterro Sanitário de Aparecida, que segue diretrizes do Plano Nacional de Resíduos Sólidos.

Como solicitar

O Disque Busca funciona de segunda a sexta, das 8h às 16h, e pode ser solicitado por meio do telefone 3545-996, disponível também na plataforma do WhatsApp. É necessário que o solicitante informe os dados pessoais, o endereço completo e telefone para contato. Aberta a solicitação do serviço, as equipes do Disque Busca vão até a residência, no dia e horário agendado, para recolher o material dispensado pelo morador.

Waldemar

Waldemar Rego é jornalista formado pela Faculdade Araguaia com diploma reconhecido pela Universidade Federal de Goiás UFG com extensão na área de mídia e política no cinema, fotografia jornalística e publicitária, diversidade cultural da mulher na comunicação, comunicação em tempos de mídias sociais, identidade visual em peças publicitárias e no jornalismo. Waldemar Rego também é artista plástico escritor poeta com vários livros a serem publicados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo