Goiás

Deputado pede agilidade em processo do TCU sobre cartão corporativo de Bolsonaro

Elias Vaz, autor do pedido de auditoria no órgão, também cobra acesso à auditoria. O ministro Anastasia, que assumiu nesta semana, é o novo relator do caso

O deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) apresentou petição solicitando ao novo relator do caso no Tribunal de Contas da União, ministro Antonio Anastasia, mais agilidade na conclusão de auditoria, solicitada pelo parlamentar, nos gastos do cartão corporativo do presidente Jair Bolsonaro. “A sociedade já está há muito tempo esperando uma satisfação. Os gastos do cartão corporativo do Bolsonaro superam os de outros presidentes e estão altíssimos, batendo na casa de R$30 milhões com a correção da inflação. E o presidente mantém tudo em segredo, contrariando inclusive as críticas que fazia quando era deputado. Esperamos que o TCU apresente o resultado do trabalho de forma mais célere à população”, destaca o deputado.

O parlamentar também cobra acesso à auditoria. “O processo não deveria correr sob sigilo, até porque já existe decisão do STF sobre a necessidade de transparência nos gastos da presidência com cartão corporativo. Só se justifica sigilo em caso de risco para a segurança do presidente, definitivamente não é o caso”, afirma.

Histórico
Elias Vaz é autor da PFC aprovada pela Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara Federal no dia 25 de maio de 2021. No TCU, o ministro Raimundo Carreiro foi nomeado relator do caso. No decorrer do processo, ele recebeu indicação de Bolsonaro para assumir a embaixada do Brasil em Portugal.

O deputado Elias Vaz pediu a suspeição do ministro para continuar à frente da auditoria sobre o cartão corporativo. No entanto, Carreiro chegou a incluir o caso na pauta, que seria sigilosa, no dia 1 de dezembro do ano passado, mas depois acabou voltando atrás e retirando o processo da ordem do dia. O processo está parado desde então.

Carreiro acabou mesmo assumindo a embaixada e abriu espaço para o ex-senador e ex-governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia. O novo ministro assumiu no último dia 3 (quinta-feira) e passou a ser o relator da auditoria do cartão corporativo.

Waldemar

Waldemar Rego é jornalista formado pela Faculdade Araguaia com diploma reconhecido pela Universidade Federal de Goiás UFG com extensão na área de mídia e política no cinema, fotografia jornalística e publicitária, diversidade cultural da mulher na comunicação, comunicação em tempos de mídias sociais, identidade visual em peças publicitárias e no jornalismo. Waldemar Rego também é artista plástico escritor poeta com vários livros a serem publicados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo