Aparecida de GoiâniaSaúde

Prefeitura de Aparecida de Goiânia realiza planejamento para prevenção e combate ao Coronavírus

Ameaça mundial já é uma realidade, em Aparecida não pode ser diferente

O prefeito em exercício de Aparecida de Goiânia, Veter Martins, se reuniu na manhã desta quinta-feira, 12, com equipe a técnica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e representantes de diferentes pastas para definir estratégias de prevenção e combate ao novo coronavírus. A cidade não tem nenhum caso confirmado, mas já está se precavendo para possíveis cenários. Na tarde de ontem, 11, a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou o coronavírus como uma pandemia, reconhecendo sua transmissão recorrente em diferentes continentes, de forma simultânea.

“Estamos empenhados na prevenção do coronavírus. Nossa gestão já está tomando providências antecipadamente e está planejando estratégias de combate. Convoquei nossos técnicos de Saúde e de outras secretarias estratégicas para definirmos um plano de ações. Com conhecimento, diálogo, transparência, educação e cautela, teremos todas as condições de preservar o cidadão aparecidense”, afirmou Veter Martins.

O secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, coordenou os debates e os técnicos explicaram que, segundo o padrão de comportamento do vírus nos países com epidemia,  o novo coronavírus é um microorganismo de alta transmissibilidade e baixa letalidade, sendo que 80% dos casos são leves e moderados. “Não há razão para pânico. Mas, estamos em total alerta. Hábitos simples de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, uso de álcool em gel, cuidados ao espirrar e tossir, além de evitar aglomerações e ter atenção aos sintomas da gripe são fundamentais e estão ao alcance de todos”, reforçou Alessandro Magalhães.

Durante o encontro, os gestores decidiram criar um grupo de trabalho para tratar e monitorar o assunto diariamente. Esse grupo traçará todas as medidas cabíveis, conforme a incidência da doença doença na Região Metropolitana de Aparecida de Goiânia. “De pronto, já estamos realizando capacitações com os profissionais de saúde do município. Realizaremos comunicados e orientações a diferentes segmentos da cidade e reforçaremos a comunicação com a sociedade no sentido de promover a prevenção e o cuidado”, explicou o secretário.

Doença

Os coronavírus podem causar infecções respiratórias. O novo coronavírus foi identificado na China, em janeiro de 2020. Até o momento, são considerados casos suspeitos de infecção humana por coronavírus as pessoas com histórico de viagem para área de transmissão local, nos últimos 14 dias, e/ou que tenham tido contato com caso suspeito ou confirmado de coronavírus. Além disso, é necessário ter febre, tosse ou dificuldade para respirar.

A transmissão do coronavírus ocorre de pessoa para pessoa, pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como espirro, tosse ou catarro. Além disso, a transmissão também pode ocorrer pelo contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos. O diagnóstico é feito por meio de coleta de amostra de secreções respiratórias em caso de suspeita da doença, feita por profissionais de saúde e encaminhada ao laboratório de referência.

Waldemar

Waldemar Rego é jornalista formado pela Faculdade Araguaia com diploma reconhecido pela Universidade Federal de Goiás UFG com extensão na área de mídia e política no cinema, fotografia jornalística e publicitária, diversidade cultural da mulher na comunicação, comunicação em tempos de mídias sociais, identidade visual em peças publicitárias e no jornalismo. Waldemar Rego também é artista plástico escritor poeta com vários livros a serem publicados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo