Prefeitura inaugura praça em homenagem à Israel amanhã (07)

Posted On 06 dez 2017
Comment: Off

O prefeito Gustavo Mendanha inaugura nesta quinta-feira (07), a partir das 17h, a Praça de Israel, localizada no setor Parque Trindade II, em Aparecida de Goiânia. A solenidade contará com a presença do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, que na ocasião receberá o título de cidadão aparecidense. Também serão realizadas apresentações culturais e artísticas.

De acordo com o prefeito, a praça é uma homenagem à boa relação que a cidade tem mantido com o país do Oriente Médio, por meio de troca de experiências comerciais e tecnológicas. “Buscamos fortalecer ainda mais nossa relação com Israel com parcerias e trocas de experiências e esta homenagem foi uma das formas encontradas de homenagear o país”, salientou o prefeito.

A nova praça, que foi construída pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e contará com toda infraestrutura de segurança e mobilidade por meio da secretaria executiva de Mobilidade e Defesa Social do município, terá árvores encontradas em Israel como Parreiras e Oliveiras. Além do busto do diplomata Osvaldo Euclides de Sousa Aranha e das bandeiras de Israel e do Brasil, simbolizando a parceria entre as duas pátrias.

Dentre os equipamentos públicos, a Praça de Israel terá Academia da Terceira Idade (ATI), Parque Infantil e uma pista de caminhada de 462 metros quadrados. A obra foi orçada em R$ 351 mil e a área total construída é de 11 mil metros quadrados. “O espaço é dotado para lazer e também para a prática de atividades físicas dos moradores que moram no Parque Trindade II e entorno”, sublinhou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Max Menezes.

Homenageado

Osvaldo Aranha, natural de Alegrete, Rio Grande do Sul, participou ativamente da vida política brasileira, sendo um dos principais articuladores da revolução de 1930. Ele foi ministro de Getúlio Vargas e presidente da Primeira Sessão Especial da Assembleia Geral das Nações Unidas em 1947. Presidiu a II Assembleia Geral da ONU que votou o Plano de Partilha da Palestina, em 1947, que culminou na criação do Estado de Israel, fato que rendeu a Aranha eternas gratidões dos judeus e sionistas por sua atuação.

About the Author