Endividamento

Posted On 29 mar 2017
By :
Comment: Off

O brasileiro deve mais este ano. Vivemos uma crise econômica, que desencadeou desemprego, pelo menos no aspecto formal. Com isso, a população, que já tinha sua despesa certinha, em consonância com o dinheiro recebido, se desequilibrou.
Assim é o brasileiro. Gasta o que tem e o que ainda não tem. Faz dívidas pelo que acha que vai ganhar. Não acredita em imprevistos. Afinal, para tudo existe aquele “jeitinho”. Como dizem, o “jeitinho brasileiro” – não queria repetir a nacionalidade aqui, mas não teve jeito.
Em nossa maioria, não sabemos sobre educação financeira. Não entendemos o dinheiro, não conseguimos investir ou poupar. Mas, claro, tudo tem exceção. Existem pessoas que se mantiveram firmes na crise e até cresceram com isso. Mas a maioria não é assim.
Segundo a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, o cartão de crédito é o maior vilão e 76,6% das contas são dele. Ter esse pequeno plástico retangular não é para qualquer um. Parece bom, mas nem todos se lembram do vencimento – e menos ainda se atentam aos juros exorbitantes.
Devemos mais neste mês em relação ao mesmo período do ano passado. Gostaria de dizer que aprenderemos com esses apertos, mas acho difícil. O que temos, gastamos. Provavelmente continuaremos assim, mesmo após a crise e durante outra.

About the Author