Bolsa atleta é debatida na Câmara de Aparecida

Posted On 10 out 2017
Comment: Off

Em sessão antecipada de ontem (09), a Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia recebeu a visita do secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Gerfeson Aragão de Melo, que explanou sobre o projeto de lei 066/17, que cria o programa “Aparecida Compete” ao instituir a política de incentivo aos atletas praticantes de desportos em modalidade olímpica ou paraolímpica.

“Hoje não existe uma regulamentação municipal que apoie, oficialmente, nossos atletas. Tenho certeza de que esse projeto desenvolverá bastante o esporte em Aparecida, disponibilizando recursos à esportistas olímpicos e paralímpicos. Nossa cidade passara a ter condição de competir”, explicou o secretário.

Ainda segundo o secretário, o projeto visa dar um suporte e acabar com o sofrimento do atleta que precisa correr atrás de patrocínios.

“Com esse projeto de lei, haverá um avanço pois é uma forma de amparar aqueles que nos representam no esporte. Tudo com transparência, onde o beneficiado terá que prestar contas do dinheiro recebido” pontuou.

O vereador Edílson Ferreira (PMDB) alertou para os critérios de seleção dos atletas.

“Se não houver critérios claros para a escolha, temo que a influência política possa desequilibrar a seleção. Com isso em mente, acredito ser importante estudarmos e melhorarmos a proposta de lei”, recomendou o vereador.

Em resposta a Edílson, Gerfeson garantiu que sua gestão é pautada, exclusivamente, pelo fomento ao esporte, sem politicagem.

“Não contemplaremos nenhum atleta que não seja por seus próprios méritos e por seleção da própria federação de sua modalidade”, contrapôs.

Sobre previsão orçamentária, o vereador Rosildo Manoel (PP) questionou se existe já para 2017.

“O projeto existe desde o ano passado, mas acabou não sendo sancionado, de tal forma que existe, sim, orçamento para este ano”, garantiu o secretário.

A forma do secretário conduzir a secretaria de Esporte, Lazer e Juventude foi elogiada pelo vereador Isaac Martins (PR).

“Essa secretaria precisava de um gestor que tivesse experiência na área do esporte como é o Gerfeson”, enalteceu Isaac.

Se aprovado e sancionado, o projeto de lei disponibilizará um auxílio financeiro por competição, considerando-se a classificação do atleta na categoria esportiva, nos seguintes valores individuais: R$ 400,00 (quatrocentos) reais para competições representando o município; já para competições sem representar o município, R$ 500,00 (quinhentos reais) para categoria estadual, R$ 1.000,00 (mil reais) para categoria nacional e R$ 3.000,00 (três mil reais) para categoria internacional.

About the Author